English Version
(11) 41078997 / (11) 98558-8579

Dr. José Carlos Garcia Jr.

Especialista em cirurgia de ombro, cotovelo e artroscopia

Home / Trabalhos científicos / Ombro / Metanálise Cirurgia de Bristow e Latarjet

Metanálise Cirurgia de Bristow e Latarjet

Congresso Brasileiro de Cirurgia de Ombro e Cotovelo 
2014 - Fortaleza - Brasil
Apresentação Oral

Metanálise do Índice de reluxação e perda de rotação externa pós procedimento de transferência trans-subescapular do coróide e tendão conjunto para porção anterior da glenóide. 

Introdução: O dois maiores problemas relacionados com o tratamento da instabilidade do ombro são o índice e reluxação pós-cirúrgica e a perda de rotação externa.
Muitos trabalhos tem abordado esse tema nas várias técnica mas ainda não há números fidedígnos para a cirurgia de Bristow-Latarjet.

Métodos: 
Foram abordadas todas os trabalhos visíveis pelo PubMed, Medline e UoL de 1983 a 2012.
Os trabalhos excluídos foram os que utilizaram materiais não metálicos, os que não apresentavam os dados de relaxação ou os que apresentavam dados enviesados ou ausência de dados precisos para perda de rotação externa.
Apenas avaliações com parâmetros objetivos foram avaliados.

Resultados 
Para a avaliação da perda da rotação externa foram selecionados pelos critérios de inclusão 14 de 33 trabalhos com total de 716 indivíduos, a perda média da rotação externa pela média ponderada respeitando paradoxo de Simpson foi de 11,6º.
Para a avaliação de relesões foram selecionados pelos critérios de inclusão 23 de 33 trabalhos com total de 1743 indivíduos e 60 perdas, o índice de relesões pela média ponderada respeitando paradoxo de Simpson foi de 3,4%±1,14 com intervalo de confiança de 1,3% a 5,5% e p=0,002. O índice de heterogeneidade I2 foi de 56% considerada pelos padrões Cochrane como moderada para levemente substancial.
O tamanho da amostra para relesão foi adequado admitindo-se erro de até 2,6% com poder estatístico de 95% e significância de 0,002.
O tamanho da amostra para perda de rotação externa admitindo-se um erro de até 4º com poder estatístico de mais de 99% e significância < 0,01 foi de 601 indivíduos.

Conclusões 
Para a cirurgia de Bristow-Latarjet podemos concluir que o índice de reluxação é fidedigno ficando em  3,4% com intervalo de confiança de 1,3% a 5,5% com uma certeza maior que 2/1.000 admitindo-se variação de 2,6%, enquanto a perda média da rotação externa de 11,6º com erro de até 4º de 1/100.
Os números dessa metanálise atingiram o número de indivíduos necessários para se chegar a uma conclusão dentro dos padrões estabelecidos nesse estudo.

Limitações
Foram usados trabalhos retrospectivos, visto a ausência de prospectivos.
Trabalhos comparativos também foram usados.
Não há possibilidade de avaliação cega ou randomizada.
Na avaliação da rotação externa os dados primários não apresentam o dado do desvio padrão.
Voltar